2 de dezembro de 2011

Derramado


Não chores sobre amor derramado,
nem uma gota desse coração.
Pessoa linda como tu
merece ter mais ambição.

A vida, no fundo, é justa.
Um dia será a tua vez…
É amanhã, será depois?
Quem sabe ser hoje talvez!

Por isso…

Não chores sobre amor derramado.
Nem uma gota desse coração.
Deixa o tempo levar o passado.
Deixa-o trazer outra paixão.

E poderá bem ser a tua vida,
quem te ama e te quer bem.
Porque quem ama nesta vida
recebe amor dela também.

João Pedro / 2009
Foi a prenda de Natal, desse ano, para uma amiga.

2 comentários:

Dois Rios disse...

Caramba, João, quanto tempo!

Você me abandonou ou nos abandonamos?

===

Chorar sobre amor derramdo só se for para deixar vazar mágoas e tristezas represadas.

Beijo saudosos,
I.

João disse...

Inês, "abandonar" é uma palavra tão forte... A verdade é que senti necessidade de me ausentar durante algum tempo, deste "mundo dos blogs". Mas isto já faz parte de mim, parte da minha vida. E existem certas pessoas que tornam este "mundo", especial... Tu és uma delas, Inês.
Beijinho e boa semana ;-)