13 de dezembro de 2011

Saber voar...


Meteoritos extraviados...

Cortando os céus
em rasgos alienados,
evitam rotas de colisão.

Iludindo a gravidade...



Forja-se um caminho,
inventam direcção...

Não procuram orbitar.

Não querem ser planeta,
ou sequer um cometa!



Desejam só saber voar…

2 comentários:

Angella Reis disse...

Belíssimo poema! *--*

João disse...

...Lisonjeado, Angella. É um prazer partilhá-lo... Neste caso, contigo.