12 de março de 2012

Frases

"...e a ela não lhe importa se ele sabe ou não sabe amar porque ele sabe a mar."


Foi a frase que me inspirou a escrever este texto:

http://tripascoracao.blogspot.com/2011/11/saber-mar.html

17 comentários:

LUZ disse...

Boa tarde João Pedro,

Esta mulher nunca poderia ser eu.
Eu detesto o mar.
E se "ele" me soubesse a mar, amar estava, totalmemte, fora de questão.

Sou de interioridades. Não gosto do que não domino, do que é muito extenso e me assusta.
Infelizmente do meu apartamento vejo um bocado do Tejo. Não reparei nesse pormenor, aquando da compra. Falhas humanas! No meu caso, imperdoáveis.

Seja feliz.

João disse...

Pois a mim, estimula-me o desconhecido, o perigo. Quiçá resquícios de algum ascendente navegador dos descobrimentos. =D

Estar junto ao Mar transmite-me tranquilidade, manifestação de amor.

Eu cresci a olhar - admirar - o Tejo.

Namastê.

João disse...

"Não gosto do que não domino."

Fiquei a pensar nesta frase.
Se não gosta do que não domina, é porque gosta do que domina.
Então eu deixo a pergunta.
Dominar será condição para gostar? :-)

Dois Rios disse...

Belo, o teu poema, João!

Pegando carona na tua pergunta, eu diria que, quanto a mim, o que eu não domino me acautela, mas não me repele.

Beijo,
I.

João disse...

Obrigado, Inês.

Se também apanhar boleia da minha pergunta, digo que atrai-me o que não domino.
Gosto de desafios. E de testar os meus limites.

Beijo e boa semana para ti.

LUZ disse...

Boa noite,

Somos opostos.
Quem terá inventado as Ciências Físico-Químicas?
O que significa Namastê?

Talvez tenha razão, porque a História está em todos nós.
Então, eu tenho Genealogia Árabe.

É Professor de Filosofia?
O verbo dominar pode ter várias conotações, como sabe.
Penso, que o meu verbo não é o seu.

Para gostar, são precisas várias condições, em minha opinião.

Sonhe com Princesas.
Ah! Gosta do perigo. Então, talvez com a passagem do Cabo das Tormentas.

João disse...

Não há Cabo das Tormentas que não resulte em Cabo da Boa Esperança.
Mas prefiro sonhar com Princesas.
Sabe que já namorei com uma? Pelo menos, para mim era.

Professor de Filosofia? Talvez um dos maiores elogios que já me fizeram. :) Mas não. Sou simplesmente um leigo pensador.

Dominar / Dominado
Haveria muito mais a explorar aqui. Não o vou fazer...

Mas já sei que sabe o que significa Namastê.
Por isso...

Namastê :)

LUZ disse...

Bom dia Leigo Pensador,

Às vezes. Com Bartolomeu Dias asim aconteceu, foi esperança, para as Índias.

Não, não sabia. Então e a Princesa foi raptada, fugiu? Terminou o conto de fadas, foi o que foi.

Mas, embora em vias de extinção, ainda as há. É uma questão de sorte e busca contínua.

Pois havia, mas o seu verbo continua a não ser o meu.
Não tenho carta de condução, por opção. Prefiro ser conduzida.

E também já sabia das tormentas do vídeo.
E demos nós, MUNDOS AO MUNDO.

Tente ser feliz, sem a sua Princesa.

João disse...

Começo a encontrar algumas similariedades nos "nossos" verbos.

A princesa de que falo, cruzou-se comigo há muitos anos atrás. E nem fugiu ou sequer foi raptada. Tudo na vida tem três parte. Príncipio, meio e fim. E connosco não fugiu à regra. Mas segundo o Miguel Sousa Tavares, Ela vai acompanhar-me para sempre.

Hoje? Não perco tempo com isso nem tenho esse tipo de pretenções. Considero-me previligiado por me ter cruzado com uma, um dia. Só...

Eu não sou nenhum principe, porque haveria de querer uma princesa a meu lado? :)

Para ser feliz, basta estar vivo.

Namastê. ;)

LUZ disse...

Boa noite João Pedro,

Eu, que não tenho Facebook, por opção, começo a "viciar-me" em vir aqui, conversar consigo.
Estranho!

Será isto uma similariedade? Não, nós somos opostos, bom, mas a Física, também diz, que os opostos se atraem. Não podemos acreditar, em tudo o que dizem.

A Princesa, ou melhor o amor, o namoro com a Princesa terminou, mas ela continua a acompanhá-lo para toda a parte. Assim, nunca está sozinho, mas deixa transparecer o contrário.
Veja lá se a actual Cinderela, descobre isso! Se ela vê o seu blogue, está lá tudo, e escrito.
Então é um privilegiado. Óptimo, nem todos se podem dar a esse luxo.

Sem dúvida, a vida é uma coisa maravilhosa.

Saudações.

João disse...

Quando duas pessoas interessantes se cruzam, geralmente tem este efeito.
Eu tenho facebook, mas o blog é a minha praia.
Sinto-me bem aqui e a Luz é uma das razões porque assim me sinto.

Sim, a Sara vai acompanhar-me até sempre.
Agora, a Cinderela que se cruzar no meu caminho tem um espaço só dela. Aqui não há confusões desse genero.
Basta viver no Presente, Luz.
Por isso é que, antes de dar algum passo em frente, gosto de estar em paz comigo. Para estar de corpo e alma. Nem me faz sentido de outra forma. :)

Namastê.

LUZ disse...

Bom dia João Pedro,

Obrigada pelo adjectivo, que empregou.
Também o acho um bom "miúdo".
Grata, de novo, pela simpatia demonstrada pela LUZ e pela luz, decerto, porque nos dá vontade de viver e continuar...continuar.

Ah! Chama-se Sara. Pode ser, que a sua Cinderela não se importe de ter só o espaço dela. Há pessoas de "boa boca"
Sabe, mas há Cinderelas, que não querem só um quarto, querem a casa toda, inteirinha, novísssima em folha e sem qualquer marca de quem lá habitou, anteriormente.

O PRESENTE TEM, SEMPRE, MARCAS DO PASSADO, TAL COMO O FUTURO.

Muito bem pensado. Deve estar bem de corpo e alma "Mente sã em corpo são", para qualquer decisão importante na sua vida.

Hoje não temos sol. Que tristeza! Eu, sem luz, fico "virada para dentro".

Saudações.

João disse...

Não lhe chamaria Cinderela então...
As pessoas tinham a sua vida antes de seus caminhos se cruzarem.
Acho graça -ironia - aos casais que vivem somente de e para eles próprios. E olhe que os há...
Ignoram amigos, desprezam a vida que tinham.
Quando termina (porque tudo termina) olham à volta para constatar que estão sozinhos.

A busca pelo equilibrio - em tudo na vida - é do mais salutar que existe.
Assim fica espaço para qualquer manifestação de amor que possa surgir.
Procuro arrumar bem a casa. E a louça também. LOL

A Luz está sem luz... :(
No seu lugar, acendia os holofotes. Pelo menos dá para ver a bola. =D Brincadeira.

A tristeza vem de dentro. Tal como a luz. O Sol é só para enganar os desatentos. :p

Bom dia (com luz)

Paula Teixeira Lopes disse...

e há algo mais cativante q saber a mar?
saber a aventura, destreza, fluidez, atrevimento... isso é o q me faz sentir o saber a mar!!!!!!!!
eu QUERO que saiba a mar!!!
*

João disse...

Paula, quem fala assim... Fala a minha língua!
Obrigado por deixares a tua marca e enriqueceres este meu espaço. E volta! Volta! :-)
*

Brown Eyes disse...

Excelente frase.

João disse...

Tão excelente que até me inspirou a escrever.
E leva-se a concluir que a língua Portuguesa é maravilhosamente bela. :)